ADSENSE

terça-feira, 31 de agosto de 2010

A Companhia Siderúrgica Nacional

A CSN em Volta Redonda.
A CSN durante o Estado Novo (Brasil) por decreto do presidente Getúlio Vargas, após um acordo diplomático, denominado Acordos de Washington, feito entre os governos brasileiro e estadunidense, que previa a construção de uma usina siderúrgica que pudesse fornecer aço para os aliados durante a Segunda Guerra Mundial e, na paz, ajudasse no desenvolvimento do Brasil. Começou efetivamente a operar no ano de 1946, durante o governo do presidente Eurico Gaspar Dutra, o qual, de modo descortês, não convidou o idealizador do projeto para a inauguração, o Presidente Getúlio Vargas.

Em novembro de 1988, uma greve dos trabalhadores que ultrapassou 15 dias teve como saldo a morte de 3 operários num conflito com o Exército, havendo também muitos feridos. Foi uma empresa estatal até 1993, quando foi privatizada no Programa Nacional de Desestatização levado a cabo pelo governo federal, durante os mandatos de Fernando Collor de Mello e Itamar Franco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário