ADSENSE

sábado, 7 de agosto de 2010

Novas cédulas de real começam a circular em novembro, afirma BC.

As novas cédulas de real começarão a circular em novembro. A confirmação foi feita pelo Banco Central nesta sexta-feira (6). A ideia é colocar em circulação, inicialmente, as notas de R$ 50 e R$ 100. O diretor administrativo do Banco Central, Anthero Meireles, disse que as notas começaram a ser impressas hoje e agora o BC vai começar a receber essas novas cédulas. "Tem que montar um estoque para fazer a distribuição em todo o país”, declarou, segundo informações da Agência Brasil. “Os bancos também têm um trabalho para adaptar seus caixas eletrônicos. Estimamos que, a partir de novembro, essas notas estejam circulando e as pessoas comecem a ter contato com essas cédulas”, completou.

Já o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ressaltou a segurança da nova família de cédulas. “A Casa da Moeda implantou os equipamentos mais modernos que temos para impressão de papel-moeda. Isso é importante porque sabemos que há muita falsificação. Se você não faz um produto sofisticado, ele pode ser falsificado. E esse novo produto (as cédulas) é à prova de falsificação”, disse. As notas atuais continuarão valendo até 2012, quando a substituição deve estar concluída.

Novas notas
Para produzir as novas cédulas, a Casa da Moeda adquiriu duas máquinas, de fabricação suíça, consideradas as mais modernas do mundo. A primeira delas entrou em operação nesta sexta-feira e a segunda entrará em atividade até o final de agosto. A temática das cédulas atuais será mantida: animais da fauna brasileira e efígie da República. Porém, segundo o BC, os elementos gráficos foram redesenhados para agregar segurança e facilitar a verificação de autenticidade pela população. A diferença de cores predominantes também será mantida. Com novas marcas táteis e tamanhos diferenciados, a identificação por deficientes visuais também ficará mais fácil. A proteção contra falsificações se dará pelos recursos gráficos mais avançados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário