ADSENSE

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Nereu Ramos

Nereu Ramos nasceu em Lajes, Santa Catarina, em 3 de setembro de 1888. Advogado, ingressou na política como deputado estadual (1911-1912; 1919-1921). Fundou o PLC (Partido Liberal Catarinense) em 1927, partido pelo qual se elegeu deputado federal em 1930. Com a revolução de Vargas e o fechamento do Congresso, seu mandato foi cassado.

Em 1934, exerceu o cargo de deputado na Assembléia Nacional Constituinte e assumiu o governo de Santa Catarina por meio de eleição indireta (1935-1937). Nomeado interventor federal do Estado após o golpe de 1937, ocupou o cargo até 1945, quando teve fim o Estado Novo.

Foi um dos fundadores, no mesmo ano, do PSD (Partido Social Democrático), em Santa Catarina, partido pelo qual se elegeu senador. Após o fim de seu mandato, em 19 de setembro de 1946, foi eleito indiretamente vice-presidente da república (1946-1951).

Também foi eleito deputado federal e presidente da Câmara dos Deputados (1951-1955) pelo PSD. Em outubro de 1954, assumiu o Senado e, no ano seguinte, foi vice-presidente da casa.

Em 11 de novembro de 1955, quando o então presidente Carlos Luz foi deposto, Nereu Ramos assumiu a presidência da República já que, na ausência do vice-presidente, o papel cabia ao vice-presidente do Senado. Ao ser declarado o definitivo afastamento de Café Filho, de quem Carlos Luz era vice, a Câmara dos Deputados votou a favor de Nereu Ramos como presidente até que Juscelino Kubitscheck tomasse posse.

Em 1956, assumiu o ministério da Justiça e Negócios Interiores, pediu exoneração em 1957 e retornou ao Senado. Morreu em um desastre aéreo em Curitiba, em 16 de junho de 1958.

Nenhum comentário:

Postar um comentário